Home / Notícias / Piauí tem 19 cidades em emergência pela seca; Defesa Civil envia carros-pipa
EU QUERO

Piauí tem 19 cidades em emergência pela seca; Defesa Civil envia carros-pipa

Mais dois municípios do Piauí, Dom Inocêncio e Padre Marcos, tiveram a situação de emergência reconhecida pela Defesa Civil Nacional em virtude da estiagem nessa terça-feira (27). Ao todo, 19 cidades do estado já foram analisadas pelo Governo e estão sob decreto de emergência federal e 39 municípios sob decreto de emergência estadual.

Para tentar suprir a necessidade da população, a Defesa Civil Estadual informou ao Cidadeverde.com que 55 carros-pipa foram distribuídos para atuar nas 39 cidades que o decreto estadual está em vigência.

As cidades que estão sobre decreto federal são: Belém do Piauí, Acauã, Caridade do Piauí, São Raimundo Nonato, Campo Alegre do Fidalgo, Patos do Piauí, Simões, Francisco Macedo, Paulistana, Betânia do Piauí, São Francisco de Assis do Piauí, Vila Nova do Piauí, Dirceu Arcoverde, Vera Mendes, Curral Novo do Piauí, Coronel José Dias, Dom Inocêncio, Jacobina do Piauí e Padre Marcos.

Segundo as prefeituras de Dom Inocêncio e Padre Marcos, grande parte dos açudes, reservatórios e mananciais de águas superficiais estão operando com baixa capacidade ou não restabeleceram seus volumes de água.

Os gestores destacam ainda que a falta de chuvas tem propiciado perca na produção agrícola e escassez nas pastagens para os rebanhos.

O prefeito de Acauã, Paulo Sérgio, contou à reportagem que os moradores da zona rural do município são os mais afetados com a falta de água provocada pela seca. Ele destacou que dois carros-pipa da defesa civil estão fazendo o abastecimento das cisternas dessa população.

A situação também se repete em São Raimundo Nonato que sofre com a seca nos barreiros da cidade. A prefeitura acrescentou que a zona rural também está sendo abastecida com os carros-pipa.

Recursos 

Após a concessão do status de situação de emergência pela Defesa Civil Nacional, os municípios atingidos por desastres naturais podem solicitar recursos do MDR para atendimento à população afetada. As ações envolvem restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de equipamentos de infraestrutura danificados pelo desastre.

De acordo com o MDR, a solicitação deve ser feita por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD). Com base nas informações enviadas, a equipe técnica da Defesa Civil Nacional avalia as metas e os valores solicitados. Com a aprovação, é publicada portaria no DOU com a especificação do montante a ser liberado.

Rebeca Lima (Com informações do MDR)
redacao@cidadeverde.com 

CONTEUDO: CIDADE VERDE

Veja Também

Prefeituras temem impacto do piso salarial da enfermagem e esperam demissões

Aprovado no Congresso Nacional e sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) no início de agosto, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *