Home / Notícias / Piauí possui cerca de 14 mil professores ativos na rede pública

Piauí possui cerca de 14 mil professores ativos na rede pública

Este 15 de outubro é dedicado àqueles que professam o conhecimento, que o utilizam como ferramenta de trabalho e são mão de obra para a lapidação de indivíduos moral e intelectualmente conscientes. É dedicado aos profissionais que apontam os caminhos para a construção de uma sociedade mais justa e libertadora.

Socialmente falando, ser professor é ser responsável pela formação de todos os demais profissionais do mercado. É ser artífice do conhecimento, mas muitas vezes não receber o devido reconhecimento. E esta parcela, aqui em Teresina, e no estado do Piauí como um todo, é significativa.


Foto: Assis Fernandes/O Dia

Segundo dados solicitados pelo Portal O Dia junto às Secretarias Municipal e Estadual de Educação, são cerca de 14 mil profissionais ativos no magistério na rede pública de ensino. Tratam-se de profissionais que se dedicam a construir e levar o conhecimento a um público que vai desde crianças até jovens adultos que buscam no ensino uma melhora em sua perspectiva de vida.

Só em Teresina, são 3.389 professores atuando em sala de aula nas escolas públicas municipais. Estes profissionais ministram aulas para quase 90 mil alunos em 309 unidades de ensino. São 90 mil vidas que eles ajudam a melhorar a partir de seus ensinamentos, do cuidado humano e de sua experiência curricular. Eles atendem a estudantes desde a educação infantil, passando pelo ensino fundamental, até a Educação de Jovens e Adultos (EJA).


Professores ajudam a melhorar vidas a partir de seus ensinamentos, do cuidado humano e de sua experiência curricular


Entre estes profissionais, a história de um chama atenção. Francisco Rufino era agente de portaria e cuidava da entrada e saída de crianças de uma escola da rede estadual de ensino. Em 2007, quando era estudante de Letras Português, ele trabalhava para poder arcar com os custos de sua formação profissional. Francisco já entrou no curso pensando em um dia subir do posto de agente de portaria para agente transformador do futuro de crianças e jovens em sala de aula.

Seu sonho só se tornou realidade dez anos depois. Em 2016, ele prestou concurso para Secretaria Municipal de Educação e conseguiu ser aprovado para professor efetivo de Língua Portuguesa na rede pública de Teresina. Hoje, ele ministra aulas nas escolas municipais Jornalista Emílio Falcão e H. Dobal, onde comanda as turmas do 9º ano do Ensino Fundamental.


Francisco Rufino entre alunos. Ele foi agente de portaria em uma escola antes de se tornar professor – Foto: Semec

“Quando você nasce pra dar aula, sabe que um dia vai acontecer, então eu tinha certeza que chegaria minha vez”, diz o professor. Além de lecionar na rede municipal, Francisco também viaja pela Secretaria Estadual de Educação preparando alunos do ensino médio. Para incentivar seus alunos na busca pelo conhecimento, o professor usa e abusa da animação e do alto astral.

“Todos os dias reinvento minhas aulas, uso fantasias, brinco, faço o que puder para ensinar o conteúdo de forma significativa, mantendo também em mim uma chama acesa para mostrar aos meus alunos que eles são capazes, seja qual for sua história de vida”, finaliza Francisco Rufino.

Por: Maria Clara Estrêla

Conteúdo: O dia

Veja Também

PI espera lista de municípios para pagamento do garantia safra

Segundo o secretário de Agricultura Familiar, Herbert Buenos Aires, o Piauí encerrou o pagamento do garantia safra, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *