Home / Geral / Najila detalha noite com Neymar, fala em ‘polícia comprada’, reclama de preconceito e diz: ‘Não vai ficar impune’

Najila detalha noite com Neymar, fala em ‘polícia comprada’, reclama de preconceito e diz: ‘Não vai ficar impune’

Najila Trindade deu mais detalhes de tudo que passou na noite com Neymar em Paris e do que vem enfrentando desde então. Na entrevista completa divulgada nesta segunda-feira pelo SBT – o canal já havia exibido uma parte do papo na quarta passada -, a modelo detalhou mais a noite com o jogador e reclamou que está sofrendo com o preconceito e com a pressão das pessoas. Mas prometeu: vai seguir com o caso até o final.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS SOBRE O CASO NEYMAR

‘Ligue 180’ recebe denúncias sobre assédio e violência contra a mulher

A entrevista completa voltou a mostrar Najila relatando que foi estuprada e agredida porque Neymar continuou fazendo ato sexual sem o uso de preservativo, contra a vontade da modelo. Ela disse que ficou estarrecida com o que tinha acontecido e não teve reação na hora.

Najila revelou outros detalhes. Disse que a primeira foto de suas nádegas machucadas foi tirada pelo próprio Neymar.

“Quando saí do banho, me sequei e nua eu fui em direção da cama. Foi a hora que ele estava mexendo no frigobar, me empurrou e bateu a foto. Do meu corpo, da minha bunda, que todo mundo viu. Acho que fez aquilo para mostrar para os amigos da festa que estava indo, talvez. Ele saiu falando ‘te mando (a foto)’. Acho que nem ele lembra que me mandou. Ele foi e em alguns minutos recebi a foto. Falei para ele que ia ter volta. Ele disse: ‘vai nada hahahaha’. Ele estava o tempo todo zombando da minha cara”, diz Najila.

Brasil goleou Honduras no primeiro jogo após lesão do camisa 10© Fornecido por ESPN do Brasil Eventos Esportivos LTDA Brasil goleou Honduras no primeiro jogo após lesão do camisa 10

Veja mais no MSN Brasil:
Najila diz que vídeo com Neymar foi furtado(Estadão)
Polícia cogita acareação entre Neymar e modelo(Estadão)
Homem é condenado por matar amante grávida em SP(Estadão)
Caso Neymar: advogado de Najila entrega novas provas (Estadão)

A modelo ainda fala mais sobre os momentos que viveu após a saída de Neymar do hotel. Ela diz ter conversado com uma amiga por telefone e depois ter tomado remédios para dormir.

“Naquela noite eu não planejei nada, não pensei. Eu chorei, tentei fazê-lo retornar para falar com ele. E não consegui, então tomei remédio para dormir depois de ficar horas no telefone com a minha amiga e chorar. Foi um trauma o que aconteceu”, diz.

Najila afirmou que manteve conversas no dia seguinte como forma de atrair Neymar ao hotel mais uma vez. Agora, a modelo falou em ‘vingança’.

“É estranho, mas eu precisava fazer ele voltar lá. Para eu conseguir provar que estive com ele. A primeira coisa era isso. Não tinha como eu provar que aquelas mãos eram dele. Eu estava magoada, traumatizada e com vontade de fazer justiça. Porque ele me feriu muito, magoou muito. Ele voltou depois de muita insistência. Ele não ia voltar, então tive que provocá-lo para ele voltar. Eu percebi que ele estava me enrolando, que não queria aparecer”, diz.

“Eu queria me vingar do que ele fez comigo. Sou uma mulher livre, independente. Eu não ia deixar isso quieto, barato. Não é que estava planejando tirar dinheiro dele. É agir como mulher. Eu tenho honra, caráter. Eu tinha que olhar de novo nos olhos dele e fazer alguma coisa”, completa.

A modelo procurou a justiça achando que teria seu nome mantido em sigilo e garante que não fez nada pensando em dinheiro.

Com a exposição, porém, reclama do preconceito que vem sofrendo por parte do público. E parte disso por conta das conversas que o próprio Neymar expôs em suas redes sociais.

“Eu não fiz isso para ficar famosa, para ter escândalo. Não achei que ele fosse fazer aquilo. Não consegui ver tudo. Ele me expôs de uma maneira ridícula. Ele quis passar que sou uma p… aproveitadora. Então de imediato ele já quis me humilhar. Mais uma vez”, diz.

“As pessoas querem que eu me sinta culpada no sentido de que eu me ofereci, então eu merecia, a culpa é minha. Não foi só o ato sem preservativo. Foi a maneira como ele conduziu tudo. Ele foi agressivo, estúpido, me pegou a força. Mesmo se fosse com preservativo, não foi legal. Ele estava fora de si”, continua.

“Muito (julgada e injustiçada). Muito. Que isso tudo pareça uma armação (o que mais incomoda). Ninguém está olhando para o lado humano da coisa. Ninguém está pensando ‘e se foi verdade?’, ‘se ela está com psicológico todo ferrado, sofreu ameaças?’. Como eu ia fazer uma acusação falsa de uma pessoa que é mundialmente famosa?”, completa

Najila cogita até perdoar Neymar um dia. “Vai ser melhor para mim, não vai ser bom continuar carregando isso”, diz ela.

Mas a modelo garante: vai levar o caso até o fim.

“Eu sei que pelo menos eu não fiquei quieta. Eu vou sofrer? Vou! Estou sofrendo? Estou! Mas você não vai ficar impune! Chega! Chega! Estou (disposta a ir até o fim). Agora ele transformou minha vida nisso”, finaliza.

O problema agora é que Najila não consegue provar as acusações que faz. Ela diz ter o vídeo completo do dia seguinte ao estupro – o que mostra ela dando tapas em Neymar -, mas a filmagem estaria em um tablet que está desaparecido. Por conta desse imbróglio, o advogado Danilo Garcia não está mais representando a modelo, dizendo até que ela insinuou que foi ele quem sumiu com o tablet.

Perguntado pela reportagem do SBT sobre o paradeiro do dispositivo, Danilo diz só que ele sumiu no dia em que o apartamento de Najila teria sido arrombado. Ela ataca até a polícia ao ser questionada sobre o motivo de só terem sido encontradas digitais dela e da empregada no apartamento supostamente arrombado.

“A polícia está comprada, né? Ou não? Ou eu estou louca?”, disse.

Entenda o caso

Neymar foi acusado de estupro por uma mulher cuja identidade foi preservada pela polícia. Ela registrou boletim de ocorrência na sexta-feira (31), revelado pelo ESPN.com.br no sábado 1º de junho, na 6ª Delegacia de Polícia de Defesa da Mulher, em São Paulo.

Segundo o documento, ela alegou ter conhecido o jogador de Paris Saint-Germain e seleção brasileira nas redes sociais. E no dia 12 de maio, um assessor identificado como Gallo entrou em contato fornecendo passagens e hospedagem para ela viajar para Paris, na França. Ela afirmou ter embarcado no dia 14 e chego no dia 15.

A mulher também relatou que ficou no Hotel Sofitel Paris Arc Du Triumphe e recebeu o atleta de 27 anos por volta de 20h locais do dia 15. Segundo ela, o jogador chegou “aparentemente embriagado”. “Começaram a conversar, trocaram carícias, porém, em determinado momento, Neymar se tornou agressivo e, mediante violência, praticou relação sexual.”

Tanto Neymar, por meio de vídeo em uma rede social – que depois o tirou do ar – na qual expôs as conversas com a mulher, quanto seu pai, Neymar da Silva Santos, em duas entrevistas à TV Bandeirantes, uma por telefone e a outra participandoao vivo de um programa, negam que tenha havido estupro. Eles confirmam que houve relação sexual, mas que a mesma foi consensual.

Na quarta-feira (05), o caso teve mais desdobramentos. Em entrevista ao SBT, a modelo falou pela primeira vez. Ela admitiu ter viajado com intuito de fazer sexo com Neymar, mas reiterou que foi estuprada e agredida após dizer que não queria ter relações sem o uso de preservativo.

Depois, surgiu um novo vídeo que mostra Najilia agredindo Neymar com tapas. A defesa da modelo diz que ela atraiu o jogador para gravar esse vídeo e tentar ter provas do que ele já havia feito com ela anteriormente.

Neymar se apresentou na quinta-feira (6) à Polícia Civil do Rio de Janeiro para depor sobre crime virtual por ter divulgado imagens íntimas de Najila.

No mesmo dia, novos trechos da conversa entre o jogador e a modelo apareciam. Neles, Neymar diz que a ‘modelo pedia’ mais, enquanto Najila rebate e deixa claro a Neymar que não gostou do que havia acontecido entre os dois. Ela ainda manda um áudio ao jogador dizendo que ele deveria ser homem e assumir os erros.

Najila fez seu depoimento na sexta-feira, mas passou mal e teve que ser levada ao hospital. Ela disse à polícia que a íntegra do vídeo que tinha estava em tablet furtado e também detalhou como teria sido o estupro.

Nesta segunda (10), o advogado Danilo Garcia de Andrade se incomodou com o fato de o vídeo completo nunca ser divulgado e também com uma suposição da própria modelo de que ele estaria envolvido no furto do tablet. Assim, anunciou que não está mais defendendo Najila no caso.

Com as informações: MSN

Veja Também

Ministro vai conversar com caminhoneiros para evitar paralisação

Representantes dos embarcadores, como são conhecidas as empresas que contratam os fretes de transporte de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *