Home / Destaque / Valença do Piaui: Herança Maldita

Valença do Piaui: Herança Maldita

O Ex-vereador Joaquim Filho tem ganhado grande destaque nesses últimos dias nas redes sociais, onde expõe a sua opinião e mostra sua insatisfação com a atual administração municipal. Sua ultima publicação titulada como: “HERANÇA MALDITA” caiu nas redes sociais e ganhou grande repercussão,  sendo publicada e compartilhada por internautas em vários grupos em suas redes sociais.

Confira o Texto do Ex-vereador Joaquim Filho.

HERANÇA MALDITA

“Estamos vivendo na cidade de Valença do Piauí, uma irresponsabilidade administrativa jamais vista em nosso município, a gestora do município Maria da Conceição Cunha Dia, enviou para a Câmara Municipal de Valença do Piauí, dois projetos para ser apreciado pelo poder legislativo, o primeiro para fazer um reparcelamento de um rombo da previdência privada e o outro para colocar no orçamento vigente, um credito adicional especial, ou melhor, autorização para tomar dinheiro emprestado às instituições financeiras.

Depois da infeliz ideia da criação da previdência privada no município de Valença do Piauí, votada e aprovada pelo legislativo, o município que durante estes três anos de administração, não honrou como fiel depositário dos recursos dos servidores municipais para sustentação da previdência privada, com um rombo de aproximadamente 1.113.465,76(um milhão, cento e treze mil, quatrocentos e secenta e cinco reais e setenta e seis centavos) que levou sumiço.
O outro projeto é um pedido de autorização para ser colocado no orçamento vigente um credito suplementar, para adquirir recursos emprestados a instituições financeiras (bancos). Como diz o ditado é colocar um cheque assinado em branco para a gestora municipal preencher com a quantia que ela desvejar e gastar seu bel prazer, deixando uma herança maldita de débitos para ser paga por gestores futuro do município de Valença do Piauí.
O município de Valença do Piauí vem sofrendo há décadas com administrações carimbadas nos tribunais de justiça, com processos a responder por improbidade administrativa, contas rejeitadas no TCE, muitas vezes com insônia nas madrugadas com medo da policia federal. Todas estas matérias para votação têm um conluio de executivo e legislativo, a prefeita manda e a câmara municipal obedece, são os verdadeiros variadores.
Toda esta pressa para colocação do projeto sem apreciação corretas, sem cumprimento de prazos, muitas vezes com um faz de conta nas comissões legislativas, com vereadores que assinam sem saber o que estão assinando, nada mais é o medo da gestora do Município que estar apavorada com o julgamento do processo dos vereadores em Brasília. Este fraco legislativo, que apenas recebem ordem, são subservientes, fazem do poder legislativo, um apêndice do executivo
Para a população valenciana, para o servidor municipal, a pergunta que fica é a seguinte; quem vai pagar está conta? Quem vai ficar prejudicado no futuro? Quem vai herdar esta herança maldita deixada por a gestora Maria da Conceição da Cunha Dias e a Câmara Municipal de vereadores. Estaõ preparando um funeral, para depois colocar uma a ultima pá de terra na combalida Valença do Piauí, para depois colocar o lapide dizendo AQUI JAZ UMA CIDADE DE VALENÇA DO PIAUÍ.
Uma cidade que em um passado próximo já foi exemplo de desenvolvimento, hoje amarga a miséria, falta de pespctivas de dias melhores, administrações corrompidas, endividando o município nas instituições bancarias para gastar no próximo ano com campanhas eleitorais. No momento o que menos importa é o bem estar da população, uma cidade desenvolvida, nada disto tem relevância. Os pensamentos estão voltados para uma reeleição no próximo ano, o resto que se lixem, que se danem, os funcionários públicos municipais, se continuarem desta maneira que está sendo administrada esta previdência privada do município, estão fadado a morrer sem o devido direito de se aposentar.”

Joaquim Filho

Veja Também

Tudo na Santa paz entre o Senador Ciro Nogueira e Dr. Marcos Vinicíus ex-prefeito de Novo Oriente

Ciro Nogueira e Marcos Vinicíus acabam arestas de 2018 e conversam sobre 2020 e 2022 ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *